top of page

Internacional Júri condena Trump a pagar US$ 83,3 milhões a jornalista por difamação Jean Carroll acusou o político de destruir sua reputação ao negar tê-la estuprado em um episódio ocorrido há quase

Júri condena Trump a pagar US$ 83,3 milhões a jornalista por difamação

Jean Carroll acusou o político de destruir sua reputação ao negar tê-la estuprado em um episódio ocorrido há quase três décadas.


Donald Trump deve pagar a E. Jean Carroll cerca de US$ 83,3 milhões em caso de difamação


O ex-presidente norte-americano Donald Trump foi condenado por um júri federal nesta sexta-feira (26) a pagar cerca de US$ 83,3 milhões (R$ 409 milhões) em indenização à E. Jean Carroll, que o acusou de destruir sua reputação como jornalista confiável ao negar que a estuprou, há quase três décadas.

O júri composto por sete homens e duas mulheres precisou de menos de três horas para chegar ao veredicto. O valor foi além do que Carroll pedia, que era em torno de US$ 10 milhões (R$ 49 milhões).

O júri concedeu-lhe US$ 18,3 milhões (R$ 89,96 milhões) em danos compensatórios e aproximadamente US$ 65 milhões (R$ 320 milhões) em danos punitivos, nome dado a medida que visa punir um réu por determinada conduta.

Carroll, de 80 anos, processou Trump em novembro de 2019 por ele ter negado, cinco meses antes, que a tivesse estuprado em meados da década de 1990 no camarim de uma loja de departamentos Bergdorf Goodman, em Manhattan.

Trump, de 77 anos, afirmou que nunca tinha ouvido falar de Carroll e que ela inventou sua história para aumentar as vendas de seu livro de memórias.

Fonte: website g1

REDAÇÃO


Комментарии


bottom of page